Amiga da Minha Mulher – Unraveling the Tug of Temptation and Fidelity


You can view the lyrics, alternate interprations and sheet music for Seu Jorge's Amiga da Minha Mulher at Lyrics.org.
Article Contents:
  1. Music Video
  2. Lyrics
  3. Song Meaning
  4. The Siren Call of Proximity: When Friendship Tests Boundaries
  5. A Beautiful Dilemma: The Curse of the Attractive Interloper
  6. Family Ties and Watchful Eyes: The Social Guardrails Keeping Us in Check
  7. Unveiling the Song’s Hidden Meaning: A Parable of Impulse Control
  8. Memorable Lines That Echo in the Heart and Mind

Lyrics

Ela é amiga da minha mulher
Pois é pois é
Mas vive dando em cima de mim
Enfim enfim

Ainda por cima é uma tremenda gata
Pra piorar a minha situação
Se fosse mulher feia tava tudo certo
Mulher bonita mexe com meu coração
Se fosse mulher feia tava tudo certo
Mulher bonita mexe com meu coração

Não pego, eu pego
Não pego, eu pego
Não pego não

Não pego, eu pego
Não pego, eu pego
Não pego não

Minha mulher me perguntou até
Qual é
Qual é
Eu respondi que não tô nem aí
Menti menti

De vez em quando eu fico admirando
É muita areia pro meu caminhão
Se fosse mulher feia tava tudo certo
Mulher bonita mexe com meu coração
Se fosse mulher feia tava tudo certo
Mulher bonita mexe com meu coração

Não pego, eu pego
Não pego, eu pego
Não pego não

Não pego, eu pego
Não pego, eu pego
Não pego não

O meu cunhado já me avisou
Que se eu der mole ele vai me entregar
A minha sogra me orientou
Isso não tá certo é melhor parar

Falei ela não quis ouvir
Pedi ela não respeitou
Eu juro a carne é fraca
Mas nunca rolou

Falei ela não quis ouvir
Pedi ela não respeitou
Eu juro a carne é fraca
Mas nunca rolou

Ela é amiga da minha mulher
Pois é pois é
Mas vive dando em cima de mim
Enfim enfim

Ainda por cima é uma tremenda gata
Pra piorar a minha situação
Se fosse mulher feia tava tudo certo
Mulher bonita mexe com meu coração

Se fosse mulher feia tava tudo certo
Mulher bonita mexe com meu coração

Não pego, eu pego
Não pego, eu pego
Não pego não

Não pego, eu pego
Não pego, eu pego
Não pego não

Minha mulher me perguntou até
Qual é
Qual é
Eu respondi que não tô nem aí
Menti menti

De vez em quando eu fico admirando
É muita areia pro meu caminhão
Se fosse mulher feia tava tudo certo
Mulher bonita mexe com meu coração
Se fosse mulher feia tava tudo certo
Mulher bonita mexe com meu coração

Não pego, eu pego
Não pego, eu pego
Não pego não

Não pego, eu pego
Não pego, eu pego
Não pego não

O meu cunhado já me avisou
Que se eu der mole ele vai me entregar
A minha sogra me orientou
Isso não tá certo é melhor parar

Falei ela não quis ouvir
Pedi ela não respeitou
Eu juro a carne é fraca
Mas nunca rolou

Falei ela não quis ouvir
Pedi ela não respeitou
Eu juro a carne é fraca
Mas nunca rolou

Não pego, eu pego
Não pego, eu pego
Não pego não

Não pego, eu pego
Não pego, eu pego
Não pego não

Não não, não pego, eu pego
Não pego, eu pego
Não pego não

Não não, não pego, eu pego
Não pego, eu pego
Não pego não

Não não não não, não pego, eu pego
Não pego, eu pego
Não pego não, não não

Não pego, eu pego
Não pego, eu pego
Não pego não

Não não não, não pego, eu pego
Não pego, eu pego
Não pego não, não não

Não pego, eu pego
Não pego, eu pego
Não pego não

Full Lyrics

In the rich tapestry of Brazilian music, few songs capture the everyday social complexities as wittily as Seu Jorge’s ‘Amiga da Minha Mulher.’ The tune swings with a smooth samba groove while it playfully dissects the precarious balance between attraction and loyalty. Seu Jorge, known for his deep baritone and charismatic delivery, injects humor and relatability into a scenario that transcends cultural boundaries.

With lyrics that oscillate between declaration and denial, ‘Amiga da Minha Mulher’ serves as an anthem for those who find themselves in the predicament of unwanted affection, especially from someone within their inner circle. As we parse through the song’s storytelling, the subject’s inner turmoil and outward facade offer a candid look at the tension inherent within human relationships – from marital fidelity to social boundaries.

The Siren Call of Proximity: When Friendship Tests Boundaries

The central narrative of the song hinges on an unspoken truth: proximity can breed unintended consequences. The protagonist finds himself the object of attention from his wife’s friend – a stunning woman who doesn’t hold back her advances. The allure is palpable, yet Seu Jorge’s character wrestles with morality. His mental tug-of-war, expressed through the repetitive ‘Não pego, eu pego,’ encapsulates the human condition’s ever-present dance with temptation.

This tale plays out in countless stories across the globe; the song’s location in the heart of Brazil doesn’t diminish its universal resonance. Who hasn’t felt the pull of desire for someone considered off-limits? Through artful storytelling, Seu Jorge taps into this shared emotional experience, all while maintaining a buoyant musicality that keeps the listener’s foot tapping.

A Beautiful Dilemma: The Curse of the Attractive Interloper

Seu Jorge adds an additional layer to the narrative by emphasizing the temptation’s visual allure. He contrasts what would be a non-issue with an unattractive woman to the near-irresistible nature of beauty. His refrain, ‘Mulher bonita mexe com meu coração,’ betrays an appreciation for beauty that conflicts with his societal commitments.

The rhetorical device at play is potent, addressing how value is often ascribed to superficial aesthetics. The protagonist admits to his weakness – the flesh is weak, after all – yet proudly claims that nothing untoward has happened. He is painting a vivid picture of a man in a state of internal conflict, employing his own resolve as both his shield and his testament.

Family Ties and Watchful Eyes: The Social Guardrails Keeping Us in Check

Throughout the song, the singer navigates not just his own impulses, but the pressures from those around him. The looming threat of his brother-in-law turning whistleblower and his mother-in-law’s stern warning underscore the familial and societal mechanisms that often dictate our actions.

This communal aspect is especially resonant in Latin cultures, where family dynamics often challenge individual desires. Seu Jorge elegantly weaves this into the narrative, presenting a microcosm where personal decisions never happen in a vacuum. Instead, they are scrutinized, judged, and sanctioned by the collective eyes of the community.

Unveiling the Song’s Hidden Meaning: A Parable of Impulse Control

While ‘Amiga da Minha Mulher’ can be enjoyed as a playful tale of potential infidelity, the song might also be interpreted as a broader comment on human impulse control. The persistent back-and-forth is not merely about the protagonist’s resistance to a beautiful woman, but emblematic of the larger struggle we all face against various forms of temptation.

Seu Jorge’s character becomes a stand-in for anyone battling conflicting desires and obligations, his plight conveying the message that inner strength and external pressures often collide. What remains is the quest to navigate these challenges with a sense of integrity and the understanding that desires, while natural, must be tempered by the reality of one’s commitments.

Memorable Lines That Echo in the Heart and Mind

The lines that most poignantly capture the essence of this song – ‘De vez em quando eu fico admirando / É muita areia pro meu caminhão’ – are laden with introspection and humility. They express an acknowledgment of limits, recognizing that some aspirations might exceed one’s capabilities, or in this case, moral boundaries.

The poetic humility of these verses, set against the backdrop of a smooth samba beat, makes them linger long after the song ends. They embody the song’s core message: recognizing the difference between what the heart yearns for and what reality permits is quintessential not just to preserving relationships, but to maintaining self-respect.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may also like...